terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Carta ao Panetone:

Querido Panetone,
Você sabe o quanto gosto de você,  mas não podemos  viver assim: eu
lhe cortando em pedaços e você me engordando sem parar.
Quando o amor deixa o casal infeliz, é hora de parar. Amor não é sofrimento.
Apesar da sua massa macia e suave, temos que lidar com aquelas
frutinhas cristalizadas de toda relação.
Acredite, vai ser melhor pra  nós dois. Você fica com sua integridade,
e eu com minha cintura.
Continuarei olhando você com ternura e desejo, mas sabendo que já não
nos pertencemos mais.
Adeus, Panetone.
Foi doce, foi bom, mas deixou marcas que agora a blusa comprida
precisa encobrir.....
Adeus!!!
(Recebi da amiga Vera Regina, em uma linda formatação by: Jas)
(Postarei a resposta do Panetone depois)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

♥ Obrigada pela visita e pelo comentário!!
♥ Que Jesus a abençoe!!
★☆★☆ Beijos!! ★☆★☆